Sitio da Lilian e do Mauro

Família que produz diversidade e multiplica sementes sobrevive da terra

Sítio da Lilian e do Mauro (Rio Pomba, MG)

Como é possível alimentar o mundo de cultivo agroecológico?

Em sua pequena propriedade Lilian e Mauro plantam tantas espécies que fica impossível contar o que produzem e deixam crescer.DSC_6790.3

Entre hortas de verduras e hortaliças, plantações de feijão, arroz e milho, diversas espécies de abóbora, fava e feijão em sua maioria crioulas de gerações, além de frutíferas, PANCs, flores e árvores. O casal tem 16 filhos adotivos e sua produção anual alimenta sua família, reproduz sementes e ainda tem excedentes.

Lilian é agro ecóloga de pai agricultor e Mauro é um sábio da terra que diz não trocar o campo pela cidade por nada. Juntos em seu sítio o casal recuperou áreas degradadas, reativou um rio, transformou pastos de braquiara em diversidade de árvores e alimento.
Mauro conta que entre suas formas de plantio valoriza o consórcio em áreas de agrofloresta, além de utilizar a rotatividade para os plantios de uma única espécie em quantidade, com o objetivo de manter a fertilidade do solo.

moinho

Sua propriedade tem um moedor de cana de tração animal, um monjolo de arroz e um moinho de água que foi reativado e trabalha diariamente produzindo o fubá que a família comercializa.
Mauro conta que entre as estratégias para proteger seu delicioso milho crioulo dos roedores, já manteve no celeiro uma cobra como guardiã, com a qual teve que fazer amizade para apanhar as espigas utilizadas para o fubá.

DSC_6795

Conheça uma pequena parte da enorme variedade encontrada neste sítio cheio de vida e conhecimento da terra.

Um pensamento em “Sitio da Lilian e do Mauro

  1. É uma grande esperança para um futuro sem fome. Parabéns à Lilian e ao Mauro por nos ensinar lições tão simples e tão relevantes.

Deixar uma resposta